MARCO - Museu de Arte Contemporânea de Mato Grosso do Sul


Campo Grande (MS) – Quatro mostras com entrada franca abrem na próxima terça-feira a 1ª Temporada de Exposições 2010 do Marco (Museu de Arte Contemporânea): “Presenças de Cor” – coletiva de pintura e fotografia de seis artistas plásticos de Brasília, “Desenhos”, de Edson Castro, “Close: O Tempo em Preto e Branco”, fotografias de Priscila Mota e “Construções Verticais”, pintura intervenção de Ana Ruas.

As peças e coletivos foram selecionadas pela curadoria do Marco, unidade da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul e oferecem perspectivas e olhares sobre pessoas, a cidade, formas e cores.

Na exposição coletiva “Presenças de Cor”, os artistas plásticos Camila Soato, Fábio Baroli, Isabela Alves, Luiza Mader, Márcio Mota e Moisés Crivelaro ressaltam as cores e o espaço em seus trabalhos, questionando a composição e a construção de imagens.

Na mostra “Desenhos” de Edson Castro, o artista plástico nascido em Corumbá evidencia um jogo com tons contrastando claro e escuro, espaço positivo e negativo. Descobertas de signos velados nas abstrações.

Já “Close – O Tempo em Preto e Branco” apresenta fotografias da jornalista campo-grandense Priscila Mota, que mostra um olhar sobre pessoas idosas com objetivo de reforçar o valor delas para a sociedade. As imagens captam a beleza e sentimentos que transparecem com o passar dos anos.

“Construções Verticais”, pintura intervenção da artista Ana Ruas, questiona sobre o cenário urbano da Capital, que vem sendo progressivamente modificado por construções em regiões notadamente de preservação ambiental. Um convite para pensar nas ações ecologicamente sustentáveis, no crescimento planejado, no uso do solo e do impacto ambiental.


1ª Temporada de Exposições 2010
MARCO - Museu de Arte Contemporânea de Mato Grosso do Sul

Visitação de terça a sexta, das 12h às 18h. Sábados, domingos e feriado das 14h às 18h.
Outras informações no Museu de Arte Contemporânea que fica na Rua Antônio Maria Coelho, nº 6000, no Parque das Nações Indígenas ou pelo no telefone (67) 3326-7449.